SOBRE O ACERVO VIRTUAL HUBERTO ROHDEN & PIETRO UBALDI

Para os interessados em Filosofia, Ciência, Religião, Espiritismo e afins, o Acervo Virtual Huberto Rohden & Pietro Ubaldi é um blog sem fins lucrativos que disponibiliza uma excelente coletânea de livros, filmes, palestras em áudios e vídeos para o enriquecimento intelectual e moral dos aprendizes sinceros. Todos disponíveis para downloads gratuitos. Cursos, por exemplo, dos professores Huberto Rohden e Pietro Ubaldi estão transcritos para uma melhor absorção de suas exposições filosóficas pois, para todo estudante de boa vontade, são fontes vivas para o esclarecimento e aprofundamento integral. Oásis seguro para uma compreensão universal e imparcial! Não deixe de conhecer, ler, escutar, curtir, e compartilhar conosco suas observações. Bom estudo!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

DEUS, UM DELÍRIO?

Comentário(s)

Fiz uma pesquisa em diversas comunidades do Orkut. Na do Stephen Hawking's, na de Filosofia, na do Carl Sagan, etc. A enquete era a seguinte: Escolha uma das opções e justifique sua resposta: a) O Universo surgiu do nada; b) O Universo surgiu de uma causa; c) O Universo sempre existiu. 

O resultado não me surpreendeu. Coincidiu com meu ponto de vista, em relação ao assunto. A alternativa b), o Universo surgido de uma causa, ganhou em todas as comunidades, com uma diferença apreciável, e não poderia deixar de ser. Nossa razão aceita uma realidade, um princípio criador do efeito Big Bang (não há efeito sem causa), mas recusa peremptoriamente um universo sempre existente, ou vindo de um nada, pois, do nada, nada pode surgir. Para a razão o universo surgido do nada, é irracional. Um universo sempre existente é inconcebível. Mas uma realidade que principiou o Big Bang e criadora de tudo é aceitável   estamos no terreno das hipóteses. 

Sendo assim, a hipótese de uma realidade criadora de tudo é perfeitamente aceitável, e não somente uma questão de fé. O grande problema é a tentativa de negar essa realidade, sem nenhuma evidência. "Deus não existe!" gritam desesperadamente os negadores, por não terem evidências... A estes, digo, lembrando o mestre Carl Sagan que se declarava ateu: 

"Ausência de evidência não é evidência de ausência"