ACERVO VIRTUAL HUBERTO ROHDEN & PIETRO UBALDI

Para os interessados em Filosofia, Ciência, Religião, Espiritismo e afins, o Acervo Virtual Huberto Rohden & Pietro Ubaldi é um blog sem fins lucrativos que disponibiliza uma excelente coletânea de livros, filmes, palestras em áudios e vídeos para o enriquecimento intelectual e moral dos aprendizes sinceros. Todos disponíveis para downloads gratuitos. Cursos, por exemplo, dos professores Huberto Rohden e Pietro Ubaldi estão transcritos para uma melhor absorção de suas exposições filosóficas pois, para todo estudante de boa vontade, são fontes vivas para o esclarecimento e aprofundamento integral. Oásis seguro para uma compreensão universal e imparcial! Não deixe de conhecer, ler, escutar, curtir, e compartilhar conosco suas observações. Bom Estudo!


Carregando...

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Intuição. A mais alta faculdade humana

Comentário(s)


O estudante da vida mergulhou o pensamento na pesquisa da verdade e, dominado pela cultura, procurou compreender Deus. 

A razão lhe abria os horizontes do entendimento, ao mesmo tempo queria explicar o inconcebível através dos limites da dúvida e da lógica, sem o lograr. 

Procurando o Mestre, indagou-lhe como penetrar em Deus. 

Havia ansiedade e amargura na pequenez da sua imensa ignorância.

O vento na ramagem das árvores modulava uma sonata. 

O Sábio, depois de meditar, apiedando-se, esclareceu: 

— O mar pode prescindir das ondas, mas não estas do oceano.

O finito está mergulhado no insondável, todavia,o oposto é impossível.

“A razão capta e entende os efeitos, tendo dificuldade de compreender as causas. A mais avançada ciência é incapaz de explicar o Onipotente, embora esclareça que, no mundo dos efeitos, o que o homem não fez, Ele o realizou.” 

“Somente  a  intuição,  a  mais  alta  faculdade  humana,  pode  penetrar  nas  causas  da 
vida e entender o seu Autor.”

“A partir daí, submergindo no oceano íntimo com ardente amor, encontrará Deus e O levará,  conscientemente,  por  toda  parte,  redescobrindo-O  onde  se  manifesta Sua presença.” 

O aspirante meditou na resposta, deixando-se tocar pelo profundo ensinamento e, a partir daí, voltou-se para a meditação, buscando superar a sombra da presunção e abençoar-se com a luz do Encontro Libertador. 

Rabindranath Tagore 
Por Divaldo Franco, Cap. XXXV, no Livro: Pássaros Livres 

segunda-feira, 26 de junho de 2017

O discípulo pronto

Comentário(s)


Tu  abriste  a  porta  da  tua  choupana,  sem  perguntar-me  nada,  e  me  deste  abrigo durante a noite de frio. 

 As tuas mãos gentis me ofereceram nam(*) e me nutriste. 

Havia paz no teu lar, e a laranjeira do lado de fora derramava a taça de perfume no ar, que inebriava o ambiente com aroma doce.

 O teu silêncio respirava ternura e veneração pelo anônimo que te pedia abrigo. 

Quando o dia surgiu risonho, devendo prosseguir a jornada, apontei-te uma pedra e tornei-a diamante, ofertando-a para agradecer-te a hospedagem. 

 Porque permanecesses triste, indaguei-te o que querias de mim. 

 Agigantando-te como uma  aurora que vence as  sombras teimosas, demonstraste a grandeza da tua ambição, e pediste: 

 Dá-me a sabedoria que despreza todas as coisas transitórias, ensinando-me a ter alegria na pequenez e na adversidade, e humildade quando adornado de poder ou cercado de bajulação. 

 Naquele momento, vi que não podia ir além, pois em ti encontrara o discípulo que buscava. Por essa razão, fiquei contigo, ensinando-te a técnica da iluminação.  

Rabindranath Tagore 
Por Divaldo Franco, cap. XXXIII, no Livro: Pássaros Livres 

______________
 (*) Nam - Pão especial, semelhante a pastel, porém sem recheio. 

domingo, 25 de junho de 2017

O diamante no lodo

Comentário(s)


Encontrei-te, criança, aturdindo as pessoas que não dispunham de tempo para brindar-te consideração. 

Os teus olhos, quais lanternas mágicas, brilhavam no rosto negro e sujo de pó.

Os teus cabelos empastados e o teu corpo abandonado não recebiam banho havia muito tempo. 

Parecias um diamante no lodo, que logo recupera o brilho, quando retirada a lama que o macula por fora, sem lhe atingir a pureza interior. 

Sorriste para mim e tocaste minha mão, como se desejasse proteção. 

A tua ternura me comoveu. 

Perguntei-te o nome, e me disseste: 

— Tamil!  

Indaguei-te onde moravas, e, sorrindo com dentes de pérola alva, respondeste: 

— Em qualquer lugar, sob o olhar das estrelas e o amparo da noite. 

Ficamos amigos. Desde aquele dia te amo. 

Insisti para dar-te algo de mim e recusaste receber. 

Então, interroguei-te outra vez: - Que queres de mim? Posso oferecer-te qualquer coisa de que necessitas. Que desejas que te dê? 

A tua resposta, meu filho e minha luz, permanece gravada em meus ouvidos, ressoando: 

— Eu não quero nada de voce. Eu quero você.  

A partir daquela hora aqui me tens. Ama-me, que necessito, e deixa que eu te ame, qual a praia submetida à ininterrupta carícia das ondas do mar.  

Rabindranath Tagore 
Por Divaldo Franco, cap. XXXII, no Livro: Pássaros Livres

sábado, 24 de junho de 2017

O verdadeiro herói

Comentário(s)


“Não há heróis da ação; há somente heróis da renúncia e do sofrimento.”
Huberto Rohden

Estas palavras sintetizam 90 anos da vida de Schweitzer. Depois de ele ter vivido 52 anos entre os negros primitivos da África; depois de ter realizado obras gigantescas nos mais variados setores da vida — como filósofo, ministro evangélico, músico, organista, como médico e cirurgião, como desbravador e construtor — Schweitzer, num retrospecto panorâmico de quase meio século de atividade terrestre, declara peremptoriamente que ninguém é grande pelo que faz; o homem só é grande por aquilo a que renuncia e pelo que sofre. Esta frase lapidar resume toda a filosofia cósmica do profeta das selvas africanas. 

terça-feira, 20 de junho de 2017

Crianças com doenças de nascença estão expiando débitos de vidas passadas?

Comentário(s)


Por Eronildo

"E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? 
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus."
(João 9:2,3) 

É sempre bom fazer uma distinção entre o que é ensino dos Espíritos (Contido nas obras básicas), e o que é ensino a partir da compreensão humana desses ensinos. 

O questionamento pertinente de um jovem portador de epilepsia

Comentário(s)


Por Eronildo

"Qual a possível influência que pode haver na personalidade em formação de um adolescente [...], portador de epilepsia congênita, a leitura, por exemplo, do Cap. 8 - "No Santuário da Alma", do livro "No Mundo Maior" de André Luiz?"  (Mauro Morrissy) 

Grato por compartilhar com a gente seu questionamento, e nos fazer refletir sobre essa belíssima história (tive que reler aqui ). 

De antemão gostaria de esclarecer que não falo aqui em nome da D. E. , mas apenas trago uma opinião pessoal, pois cada caso é um caso, de difícil sondagem, e que deve ter o acompanhamento tanto espiritual quanto da medicina convencional. 

domingo, 18 de junho de 2017

Homens de valor real

Comentário(s)


"Basta um Buda, um Cristo, um Francisco de Assis, um Gandhi, um Schweitzer, para iniciar a fermentação espiritual de milhões de outros homens. Um único homem realmente espiritual vale mais para a regeneração da humanidade de que legiões de teólogos, filósofos, sociólogos e políticos profanos. Um único homem espiritual é como o sinal “1” colocado diante duma enorme fila de zeros: 10000000000. Todas essas nulidades são desnulificadas e valorizadas pelo único valor real do homem espiritual."

Huberto Rohden

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Equação da Substância

Comentário(s)




sexta-feira, 9 de junho de 2017

A evolução direta e a evolução inclinada

Comentário(s)






quinta-feira, 8 de junho de 2017

Divaldo Franco e uma revelação surpreendente: "Só Jesus fez a evolução direta."

Comentário(s)

"A vida é constituída dessa maravilhosa sinuosa em que nós ascendemos da busca do conhecimento. Atingimos o ápice, e então fazemos uma curvatura de adaptação lógica. Descemos. Nunca ao ponto inicial, e começamos novamente a ascender. Novas experiências e outra curva . E a evolução não é vertical. Só Jesus fez a evolução direta. A nossa é uma inclinada na direção do infinito" 

(Divaldo Franco - Trecho transcrito do vídeo)

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Não te canses, pois, de semear

Comentário(s)


Pela estrada poeirenta ias cantando a música festiva da esperança e anunciavas que seguias ao Festival da Colheita. 

Levavas alimentos e água para as horas cansativas do largo dia. 

Todos sorriam, vendo o teu júbilo, e pressentiam que, ao retorno, estarias sobrecarregado de frutos e víveres para te abasteceres na quadra hibernai. 

A tua emoção gerava expectativa e as pessoas indagavam-se como, tão jovem, tiveras tempo de ensementar a terra de tal forma que te candidatavas aos resultados de uma sega rica. 

Também eu, que já conhecia o solo generoso, que sempre retribui multiplicado tudo aquilo que recebe, aguardei-te na volta. 

Quando o céu se adornava de estrelas cravadas no veludo das sombras, ouvi tua voz. Corri à porta para ver-te coroado de riquezas. 

Surpreso, constatei que trazias vazias as mãos, embora o rosto brilhasse com peregrina luz. 

— Onde estão os frutos e as raízes, as dádivas com que a terra te respondeu à sementeira? — indaguei-te curioso. 

— Todos estão no coração — respondeste, tranqüilo.— Durante o dia esparramei alegria e amor, bondade e fé nas criaturas de Deus. Agora retorno com a taça dos sentimentos repleta com a paz que decorre do dever cumprido. 

— A tua, bem se vê, meu filho, é a colheita imperecível dos alimentos eternos da vida. —  Não te canses, pois, de semear.

Rabindranath Tagore,
por Divaldo Franco. Livro: Pássaros Livres, Cap. XXXI

terça-feira, 6 de junho de 2017

Contempla o teu ego como ato no palco

Comentário(s)


Por Huberto Rohden 

É de grande vantagem, meu ignoto leitor, que te habitues a dissociar-te, periódica e assiduamente, do teu pequeno Ego, que é a tua persona ou personalidade, essa máscara do teu genuíno Eu. 

Senta-te na plateia e contempla, calma e imparcialmente, o que o teu Ego faz, lá no palco da vida. Assiste ao drama, à comédia, à tragédia dele - mas não te identifiques com ele, porque isto seria uma ilusão. 

Ascensão da Liberdade

Comentário(s)


Por Teilhard de Chardin

Voltemo-nos agora para lançar uma olhadela de conjunto para a estrada que acabamos de percorrer.

À nossa volta, de início, nós pensávamos constatar a presença duma Humanidade desagregada e desordenada: a multidão, a massa, - onde não distinguíamos senão talvez a fealdade e a brutalidade.

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Leitores de Pietro Ubaldi

Comentário(s)

Atenção a todos que fazem parte de grupos do professor Pietro Ubaldi no facebook, e outras redes sociais. Gostaria de convidá-los a participar da melhor comunidade dedicada a divulgação de seu pensamento. Nela você encontrará todos os áudios na voz do professor com as devidas transcrições, numa plataforma simples, intuitiva, em que poderemos ampliar ainda mais a compreensão de seus ensinos.  

Venha conhecer e participar!!

quinta-feira, 1 de junho de 2017

O vínculo substancial

Comentário(s)




Entre o Céu e a Terra

Comentário(s)




Cidadãos da Pátria Maior

Comentário(s)






Copyright © Acervo Virtual Huberto Rohden & Pietro Ubaldi ®
Design by Eronildo Aguiar | Tecnologia do Blogger
    Twitter Facebook VK Google + fotos google YouTube flickr rss