ACERVO VIRTUAL HUBERTO ROHDEN & PIETRO UBALDI

Para os interessados em Filosofia, Ciência, Religião, Espiritismo e afins, o Acervo Virtual Huberto Rohden & Pietro Ubaldi é um blog sem fins lucrativos que disponibiliza uma excelente coletânea de livros, filmes, palestras em áudios e vídeos para o enriquecimento intelectual e moral dos aprendizes sinceros. Todos disponíveis para downloads gratuitos. Cursos, por exemplo, dos professores Huberto Rohden e Pietro Ubaldi estão transcritos para uma melhor absorção de suas exposições filosóficas pois, para todo estudante de boa vontade, são fontes vivas para o esclarecimento e aprofundamento integral. Oásis seguro para uma compreensão universal e imparcial! Não deixe de conhecer, ler, escutar, curtir, e compartilhar conosco suas observações. Bom Estudo!


Carregando...

terça-feira, 27 de setembro de 2016

De fora — De dentro

Comentário(s)

A fim de compreender coisas espirituais, deve o homem antes desaprender que aprender. Pesados atavismos da nossa pré-história animal obstruem o caminho da nossa ascensão superior. Percebemos apenas a superfície da realidade, e não a realidade em si mesma, e facilmente concluímos que os fenômenos externos sejam a realidade total. E, quando semelhante analfabetismo adquire foros de ciência, torna-se difícil ao materialista converter-se para a Realidade. 


Enquanto não penetrarmos as camadas opacas dos fenômenos sensórios não somos homens realistas, ou espirituais. O iniciado é um homem que “foi para dentro”, como seu nome diz: “in-ir” (ir para dentro)  ao passo que profano é um homem que “está de fora”: “pro-fano” (diante do templo). Este enxerga apenas os efeitos – aquele vê a causa de todos eles.


A Realidade é infinitamente simples; enquanto não nos simplificarmos das mil e uma complexidades da vida não chegaremos a conhecer a Realidade, que é Deus mesmo. 

(Huberto Rohden. Livro: Profanos e Iniciados)

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Um milhão de crianças meditam e cantam pela paz

Comentário(s)

A Tailândia juntou um milhão de crianças para meditar pela Paz Mundial, um total de 1.500 cidades participando da meditação sincronizada.
Em 2012, 248 cidades participaram neste evento, 564 em 2013 e 1.167 em 2014.
Este momento também marcou o lançamento do documentário “A paz interior para a paz mundial”, que aborda exatamente a questão da paz e de como alcançá-la.
Confira esse emocionante vídeo e seu cântico:


“Change The World” by One Million V-Star Children & Howard McCrary 


(cantada por 1 milhão de crianças em 11/12/2010, na Fundação Dhammakaya, Tailândia)
(Tradução livre)
Vamos juntos abrir
uma nova era no mundo para eliminar
todos os conflitos e diferenças.
É tempo de todos se darem as mãos.
Afinal, agora o mundo está além da cura.
É hora de mudar o mundo para Aquele que se conhecia no passado.
Precisamos ver esse período em nosso tempo,
antes que partamos deste mundo.
Todos devemos nos juntar lado a lado
para mudar o mundo
das trevas para a luz,
do sofrimento para a felicidade,
do ignorante para o sábio.
Temos de mudar o mundo da forma mais fácil e relaxar,
Sermos felizes com a alegria da inocência infantil.
Todos devemos caminhar lado a lado.
Feche os olhos, relaxe … relaxe …
Conduza sua mente ao centro do corpo …
e olhe para dentro …
Como a mesma posição conhecida desde o passado…
Mudemos o mundo da era da escuridão para a era de luz…
da velha era para esta nova era…
o mundo vai ser como o Céu na Terra…
sem sociedades divididas em classes…
todo mundo vai ser igualmente feliz…
nós falaremos um tipo de linguagem celestial…
tudo se tornará como um sorriso de amor…
Nós vamos ser o tipo de mundo que mudaremos,
o mundo vai mudar*…
(*Essa frase foi cantada, ao fim da canção, em francês, espanhol, russo, árabe, hebraico, chinês, alemão, português, japonês e tailandês.)



quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Polaridade

Comentário(s)

Devo trabalhar como se tudo dependesse de mim – e devo orar como se tudo dependesse de Deus. Esse estranho paradoxo faz de minha vida uma aparente tragédia, quando na verdade é uma deslumbrante epopéia. 

O que o pequeno Eu humano faz é horizontal – o que o grande Tu divino faz é vertical; mas, se unirmos numa só figura essas duas linhas, temos o símbolo das maiores coisas do universo: uma cruz, que redime; um mais, que não conhece luz vermelha na estrada, mas sempre tem luz verde diante de si; um positivo, que suplantou todos os estados negativos da vida; o infinito, cujos quatro braços apontam para a universalidade. 

(Huberto Rohden. Livro: Profanos e Iniciados)

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Quem é grande?

Comentário(s)

Nenhum homem pode fazer grandes coisas – mas grandes coisas podem ser feitas por meio do homem, se ele se entregar sem reservas às mãos de Deus. Esta entrega consiste essencialmente na definitiva abolição do egoísmo em todas as suas formas, e na proclamação de uma vida de amor universal. Ao profano parece semelhante vida um inferno – para o iniciado, porém, é um céu aberto.

(Huberto Rohden. Livro: Profanos e Iniciados)

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Análise — ou Síntese?

Comentário(s)

Passei longos anos a analisar os textos bíblicos tão minuciosamente como um erudito cientista analisa células, moléculas, átomos, prótons, nêutrons  e, de súbito, senti o impacto do universo espiritual sobre a minha alma  e sob a veemência dessa tempestade divina ruíram por terra todas as minhas eruditas teses, teorias e hipóteses bíblicas... Corri os olhos por esse campo de ruínas e escombros, meneei a cabeça, sorri-me de mim mesmo e disse para minha ignorante e arrogante inteligência: Que ridículos brinquedos de criança são todas as tuas “conquistas científicas”!... 

Também, que idéia podia um cego ter dos deslumbramentos de luzes e cores, por melhor que conheça as teorias sobre as vibrações luminosas? 

Que sabe um surdo das maravilhas duma ópera ou sinfonia, depois de aprender que sons e música são movimentos aéreos?

Que pode o homem saber de Deus, antes de o ter vivido e saboreado pessoalmente nas íntimas profundezas do seu ser?

A análise intelectual pode satisfazer a um cientista profano  mas não a um vidente iniciado nas grandezas do mundo divino. Só o satisfaz uma síntese intuitiva e panorâmica da Realidade total. Só temos verdadeira e inabalável certeza daquilo que experimentamos interiormente, e não daquilo que os nossos sentidos percebem nem que a nossa inteligência concebe analiticamente.

(Huberto Rohden. Livro: Profanos e Iniciados)

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Credo-Gaiola ou Credo-Bandeira?

Comentário(s)

Que é um credo?

Para muitos é uma caixinha em que tentam comprimir a sua vida espiritual, e da qual não pode ela exceder sem perigo de heresia; ou então uma gaiola dentro da qual o canário deve cantar, e fora da qual o seu canto seria considerado herético e ilegal. Para outros, porém, para os homens realmente espirituais, o credo é uma bandeira a flutuar galhardamente ao sopro das auras libérrimas de Deus. E nesse glorioso pendão inscreveram os bandeirantes da divindade o que sabem desse universo invisível. E, se amanhã chegarem a saber mais do que hoje sabem, inscreverão na bandeira do seu credo mais essa revelação do reino de Deus.

Em caso algum pode o nosso credo ser algo estático e inerte, como uma peça de museu, um fóssil ou uma múmia. O verdadeiro credo é essencialmente vivo e dinâmico, como uma planta em progressiva evolução. Deus, é certo, não evolve, porque é a infinita e imutável Realidade, mas o conhecimento que nós temos de Deus não pode ser imutável, porém sujeito a contínua evolução. Adotar um credo estático e imutável é cometer suicídio espiritual.

(Huberto Rohden. Livro: Profanos e Iniciados)

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Compreender ou renunciar o próprio progresso

Comentário(s)

"Seja o que for que se descubra ou se invente, Cristo não muda. Suas palavras passarão e nada podemos fazer senão segui-Lo. Ou o homem o compreende e segue ou deverá renunciar a seu progresso. Cristo é um centro. Só nos resta gravitar em torno Dele."

Pietro Ubaldi 
(Livro: A Nova Civilização do Terceiro Milênio cap 19 pp 259 5ªed.)

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Condutas e níveis evolutivos

Comentário(s)


Eis os três biótipos humanos e suas condutas predominantes, que sobem de nível com a evolução.

Predomina hoje na Terra o homem do segundo nível, com o método da ASTÚCIA. Basta verificar se enganamos, mentimos e iludimos para ganhar vantagem sobre o outro em qualquer negócio, por exemplo na venda de um carro, supervalorizando-o.

O método da FORÇA ainda vige também em grande número, todavia, vem sendo substituído cada vez mais pela ASTÚCIA, em virtude das legislações que inibem o ser de fazer justiça com as próprias mãos, por exemplo.

O terceiro nível, com a psicologia da HONESTIDADE, existe excepcionalmente, mas é o nível de consciência que todos nós teremos de alcançar nesse novo milênio.

Passemos então nós todos, com a coragem que o momento exige, a encarar verdadeiramente a nós mesmos, revendo nossas condutas perante a vida e modificando-as, para tão logo evoluirmos ao nível da HONESTIDADE, inaugurando verdadeiramente uma Nova Era.

Peço muito que eu e você, ao estudarmos este quadro, não projetemos ao outro a conduta inferior ali demonstrada, mas tão somente a si mesmo.

 Que a paz de Jesus reflita em nós!

Baseado no livro Princípios de uma Nova Ética de Pietro Ubaldi.

Por 
Rafael Van-Erven Ludolf

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Cultura e Arte na Amazônia.

Comentário(s)



Copyright © Acervo Virtual Huberto Rohden & Pietro Ubaldi ®
Design by Eronildo Aguiar | Tecnologia do Blogger
    Twitter Facebook VK Google + fotos google YouTube flickr rss