SOBRE O ACERVO VIRTUAL HUBERTO ROHDEN & PIETRO UBALDI

Para os interessados em Filosofia, Ciência, Religião, Espiritismo e afins, o Acervo Virtual Huberto Rohden & Pietro Ubaldi é um blog sem fins lucrativos que disponibiliza uma excelente coletânea de livros, filmes, palestras em áudios e vídeos para o enriquecimento intelectual e moral dos aprendizes sinceros. Todos disponíveis para downloads gratuitos. Cursos, por exemplo, dos professores Huberto Rohden e Pietro Ubaldi estão transcritos para uma melhor absorção de suas exposições filosóficas pois, para todo estudante de boa vontade, são fontes vivas para o esclarecimento e aprofundamento integral. Oásis seguro para uma compreensão universal e imparcial! Não deixe de conhecer, ler, escutar, curtir, e compartilhar conosco suas observações. Bom estudo!

domingo, 2 de outubro de 2016

147 Anos do nascimento de Mahatma Gandhi

Comentário(s)


A humanidade conhece alguns místicos e muitos políticos – mas um místico político, ou um político místico, isto é coisa assas estranha e, à primeira vista, impossível. O místico trata das coisas de Deus e do mundo espiritual; o político interessa-se pelas coisas dos homens e deste mundo material – será possível que, dentro do mesmo indivíduo humano, se coadunem esses dois mundos, tão distantes e, aparentemente, tão antagônicos? 

Em 02/10/1869 nasceu em Porbandar – Índia um homem cuja grandeza é ter equilibrado em sua alma dois mundos quase sempre desequilibrados em outros homens.

Este homem foi Mahatma Gandhi.

Este místico solitário aparece em palácios de reis e vice-reis, nas grandes cortes europeias; toma parte em calorosos debates políticos, em torno de problemas nacionais e internacionais; agita questões de grande relevância; porque este homem é um grande jurista e possui toda perspicácia dos grandes estadistas.

No seu próprio país pleiteia a emancipação política de 430 milhões de conterrâneos escravizados; mas não usa armas materiais de que seus antagonistas se servem.

Este homem não acumula dinheiro para si; vive em extrema pobreza e simplicidade, nutrindo-se de umas poucas frutas e do leite cru duma cabra, que nem era dele. Veste um calção e anda de chinelos que ele mesmo fazia. Nas cortes dos magnatas europeus era apelidado jocosamente de “faquir semi-nu”. Pelas mãos desse homem tão solitário com Deus e solidário com os homens passavam anualmente milhões de dinheiro.

Cercado da mais imunda política e diplomacia internacional, por espaço de meio século, esse homem não se desvia, por um triz, da sua linha de absoluta verdade e sinceridade.

Defensor máximo da liberdade de seu povo admite uma única tirania para si mesmo, a obediência incondicional à “voz silenciosa do interior” – como ele chamava a voz da consciência.

* * * 

Com o fenômeno Gandhi entrou a história da humanidade numa nova fase de evolução. Está provado, finalmente, que são compatíveis essas duas coisas tidas como incompatíveis, a mais intensa mística interior e a mais extensa dinâmica exterior, o Deus do mundo no mundo de Deus.

Em: