SOBRE O ACERVO VIRTUAL HUBERTO ROHDEN & PIETRO UBALDI

Para os interessados em Filosofia, Ciência, Religião, Espiritismo e afins, o Acervo Virtual Huberto Rohden & Pietro Ubaldi é um blog sem fins lucrativos que disponibiliza uma excelente coletânea de livros, filmes, palestras em áudios e vídeos para o enriquecimento intelectual e moral dos aprendizes sinceros. Todos disponíveis para downloads gratuitos. Cursos, por exemplo, dos professores Huberto Rohden e Pietro Ubaldi estão transcritos para uma melhor absorção de suas exposições filosóficas pois, para todo estudante de boa vontade, são fontes vivas para o esclarecimento e aprofundamento integral. Oásis seguro para uma compreensão universal e imparcial! Não deixe de conhecer, ler, escutar, curtir, e compartilhar conosco suas observações. Bom estudo!

domingo, 27 de novembro de 2016

Abusar, Recusar, Usar

Comentário(s)

O profano goza o mundo sem Deus. 

O asceta goza a Deus sem o mundo. 

O iniciado goza a Deus no mundo e o mundo em Deus.  

Esta terceira atitude genuinamente cristã é privilégio dos verdadeiros videntes, dos místicos  reais,  que ultrapassaram  todos  os  dualismos  e  pluralidades  do mundo temporal e atingiram a grande unidade e centralidade do mundo eterno.

Entretanto,  como  a  vasta  maioria  da  presente  humanidade  consta  ainda  de profanos, é praticamente aconselhável que o analfabeto se matricule na escola primária do ascetismo, a fim de aprender ao menos o abc do mundo espiritual. O  maior  dos males não  é  a  disciplina  férrea  do asceta,  mas  a  indisciplina  e soltura moral do profano materialista. Disto sabia o grande Mestre de Nazaré, quando  aconselhava  aos  seus discípulos  a  renúncia  ao  mundo,  a  fim  de poderem encontrar o reino de Deus. Também, como podia alguém vir a ser um luminar na universidade do cristianismo sem primeiro aprender o abc na escola elementar do ascetismo?

É tão suave e tão blandicioso alguém se ter em conta de iniciado, e falar mal dos ascetas, quando de fato está marcando passo no plano ínfimo de profano... Cuidado com a astúcia da vaidade e auto-ilusão!...

Entretanto,  persiste  a  grande  verdade:  a  perfeição  está,  não  em  desertar  do mundo para encontrar a Deus, mas em ver a Deus no mundo e o mundo em Deus.

O profano abusa do mundo, porque o considera um fim em si mesmo, e não um meio para fins superiores.

O asceta recusa o mundo, não o considerando nem como fim nem como meio. 

O verdadeiro iniciado usa o mundo, não como um fim, mas como um meio para alcançar o fim supremo. E,  sendo  que  o mundo  e todos  os  seres  que há no  mundo são creaturas do mesmo Creador, efeitos da mesma causa, reflexos do mesmo  sol  divino,  é  claro  que pelo  reto  uso  dos artefatos  pode  o  homem conhecer o Artífice. E, uma vez que Deus não existe para além, mas dentro de cada uma das suas obras, pode o vidente espiritual ver o Deus do mundo no mundo de Deus. O seu santuário é o universo, e o seu altar acha-se erguido onde  quer  que  exista  uma creatura  de  Deus – um  grão  de  areia,  uma gota d’água,  um  raio  solar, uma  flor,  um  inseto, uma  ave,  um  animal,  uma  alma humana... Adora a Deus por toda a parte, “em espírito e em verdade”... 

(Huberto Rohden. Livro: Profanos e Iniciados)